É importante já iniciar dizendo que não há receita de bolo para ter uma carreira de sucesso. O que coloco aqui são percepções do contexto em que estou inserida. Algumas decisões afetarão para sempre a sua vida. Porém, não quer dizer que seja irremediável. Talvez essa decisão apenas dificulte o alcance dos seus objetivos.

Tudo começa com a difícil decisão de escolher uma profissão aos 18 anos. Alguns têm certeza do que desejam ser quando crescer. Outros não conseguem decidir. Não há nenhum problema nisto. Até porque a chance de você possuir apenas uma única profissão, e manter-se no mesmo emprego ao longo de toda a vida, tem diminuído com o passar dos anos. Vejo advogados se tornando fotógrafos, nutricionistas se tornando contadores, todos em busca de uma satisfação pessoal e profissional.

Então, se você escolheu uma graduação e concluiu, ótimo. Você ganhou aprendizado e este aprendizado acompanhará você ao longo da vida. Comemore este momento. Foram anos de estudos, prazos, trabalhos em grupo e um trabalho de conclusão de curso que você pensou que não acabaria nunca. Desfrute este momento com a família e com as pessoas que querem você bem. Se você ainda não concluiu a graduação, mudou de curso algumas vezes e ainda não está seguro do que quer, calma, você ainda tem tempo.

Uma crítica que faço é essa obrigação de fazer uma faculdade. Você pode fazer um curso técnico, você pode ser artesão. Não é a graduação que fará você ser “alguém na vida”. Você pode ter uma carreira, ganhar dinheiro e não ter uma graduação. Fazer uma graduação sem ter um projeto de vida profissional é gastar tempo e dinheiro. Você pode estudar na melhor universidade do mundo, se você não tem um propósito de que servirá o curso?

As pessoas que estão mais estabilizadas profissionalmente são as que ao longo da graduação conseguiram realizar estágios, projetos de pesquisa e programas de trainee. Estas pessoas possuem alguma experiência na área e atraem o interesse do mercado. Se você possui experiência, você atrai os olhares do mercado. Então minha recomendação para quem ainda está fazendo a graduação é que busque estágios e projetos na sua área.

Para aqueles que já concluíram a graduação na área de economia, contábeis e administração e não sabem o que fazer ou desejam adquirir experiência em diferentes áreas, minha recomendação é que procure escritórios de contabilidade e empresas de auditoria. Você terá contato com diversas áreas e diversos segmentos de clientes. Dois anos lá podem dar a você mais experiência do que cinco anos em um mesmo setor de uma mesma empresa.

Se você está buscando uma recolocação e não está conseguindo, não desista. Pode não conseguir o emprego dos seus sonhos no início, mas você precisa ser realista. Antes de conseguir o emprego dos sonhos, você precisa ter experiência. Elabore um projeto de vida profissional compatível com sua vida pessoal. E se você não tem plano algum, não tem problema. Apenas seja sincero consigo enquanto segue seu caminho.


Tatiane Romana

Líder de Tributos Diretos Pós-graduada em Gestão Empresarial (FGV), Planejamento Tributário (Mackenzie Rio), Mestre em Ciências Contábeis (UFRJ). Professora da graduação e pós-graduação da Unicarioca e Universidade Castelo Branco. Atua há mais de 10 anos na área tributária em diversos segmentos.